Silicone XXI

Sinopse

Rio de Janeiro. 2019. Em um quarto do Olympus Aerotel, templo informático do prazer, jaz o cadáver de um andrógino com a cabeça dilacerada por um disparo de pistola laser — arma privativa das forças armadas.
O que estaria por trás do terceiro crime de uma série de assassinatos semelhantes? Um maníaco excepcionalmente bem armado? Um ex-combatente inconformado com a relativa paz social daqueles tempos?
O experiente detetive José Balduíno, escalado para a investigação, depara-se com desdobramentos bizarros e inesperados, até perceber a ameaça terrível que paira sobre a vida de milhões de pessoas. Com a ajuda da repórter Lili Braga e de seus colegas, o policial tenta resolver o caso.
Escrito em 1985, o romance policial explora a ficção científica e reconstrói a cidade maravilhosa com uma arquitetura futurista. De forma descontraída, Sirkis leva o leitor a refletir sobre questões críticas que permeiam a sociedade. Um livro atemporal, que possui questionamentos que podem ser aplicados até hoje.