A Revolução dos Bichos

Sinopse

Os animais da Fazenda do Solar, comandada pelo sr. Jones, se dão conta da vida indigna a que estão submetidos: eles se matam de trabalhar para os Homens, praticamente não veem o produto de seu trabalho, recebem apenas uma miserável ração como pagamento por seus esforços e, no final de tudo, são abatidos sem piedade. O velho Major, um dos porcos da fazenda, incita seus companheiros a se unirem para lutar contra essas condições injustas, dando origem a um levante que ficaria conhecido por toda a Inglaterra.
Sob a liderança de Bola de Neve e Napoleão, os bichos expulsam o fazendeiro da propriedade e planejam fazer dela um Estado em que todos serão iguais. Sob os princípios do Animalismo são criados os Sete Mandamentos, que podem ser resumidos em “Quatro pernas, bom, duas pernas, ruim”, e as terras passam a se chamar Fazenda dos Bichos. No entanto, logo todo o sistema instaurado começa a ruir por conta das disputas internas pelo poder, das perseguições àqueles que contestam o novo status quo e da desigualdade entre as classes de animais.
Publicado em 1945, A Revolução dos Bichos foi considerado uma sátira ao regime stalinista, estabelecido na União Soviética. Apesar de ter sido amplamente utilizado para propósitos de propaganda anticomunista, o livro de George Orwell transcende o contexto em que foi lançado e oferece uma analogia atemporal sobre as falhas do caráter humano que invariavelmente intervêm em propósitos revolucionários que deveriam ser maiores do que os interesses pessoais.