Orgulho e preconceito

Sinopse

Em uma época em que os casamentos arranjados são centrais na vida das mulheres, as moças da família Bennet se encontram em uma situação ainda mais complicada por não terem direito a herdar a propriedade do pai. Sem fortuna e sem grandes dotes, a mãe das cinco irmãs está obstinada a casar cada uma de suas filhas com os pretendentes mais abastados que puder encontrar. No entanto, Elizabeth, a segunda mais velha do clã Bennet, não está nem um pouco disposta a ceder aos ditames da sociedade e às vontades de qualquer outro, exceto às de seu próprio coração.
Apesar de sua percepção extremamente aguçada, atípica para uma jovem de sua idade e contexto, Elizabeth tem suas convicções abaladas quando começa a descobrir outras facetas da personalidade de Mr. Darcy, um cavalheiro da nobreza que visita a região onde ela mora e que rapidamente ganha a reputação de ser o mais orgulhoso dos homens. Neste embate entre duas figuras notoriamente ácidas e irônicas, uma inesperada afeição pode levar ambos a questionarem os pré-julgamentos que tão fervorosamente fizeram um sobre o outro.
Publicado pela primeira vez em 1813, Orgulho e preconceito é considerado um dos maiores cânones da literatura inglesa e a principal obra de Jane Austen. É um retrato reflexivo dos costumes da Inglaterra do século XIX e de questões de classe, gênero e comportamento humano, permeado pela visão perspicaz da aclamada escritora britânica.